Posts Tagged 'teatro'

Acho isso justo

Vez ou outra alguém me pergunta por que eu faço curso de teatro.

– Tá fazendo teatro de novo? Quer ser atriz profissional? Quer viver disso?

Eu faço teatro porque eu gosto. Porque me faz feliz. Porque me desliga dos problemas do mundo. Porque me sinto como criança brincando de faz-de conta. Porque desafia minha mente e meu corpo. Porque me transporta para um lugar diferente de onde estamos. Porque conheço gente legal, inteligente e do bem. Eu preciso de mais algum motivo além de todos estes?

CCCDEB3E-CCB3-44A5-BFB3-93292246FEA6.JPG

Ah, claro. Esqueci de citar que fazer teatro me exige algum tempinho. E como estudante, essa atividade não me traz renda. Suspeito que seja justamente nessa relação tempo/dinheiro que more a dúvida. Nos dias de hoje parece não fazer muito sentido dedicar-se a algo que não traga retorno financeiro direto ou perspectivas claras de alcançá-lo. “Time is money!”, diriam alguns.

Assim, você estuda um idioma pra dar um upgrade no currículo, faz MBA para conseguir um cargo melhor, investe em consultoria profissional para crescer na carreira, mergulha num mestrado, doutorado… enfim. Muitas dessas vezes, visando ascender para conseguir mais e mais dinheiro. Para comprar mais e mais coisas.

Ora, vivemos num sistema capitalista. Não vamos ignorar o papel importante que o dinheiro ocupa em nossa vida. Dinheiro é poder. Ele nos garante a sobrevivência, banca grande parte dos nossos sonhos e daqueles que amamos. Mas será que só ele basta? Faz sentido ter grana para muitas coisas e não ter tempo de vivê-las? Qual foi a última vez que você fez algo só porque estava com vontade?

O tempo não espera. Os anos correm cada vez mais depressa. A gente tenta alcançá-los e não consegue. Trabalhamos. Dormimos. Acordamos. Trabalhamos de novo. E de novo. E de novo. E a vida passa. Envelhecemos. Infartamos. Viramos pó.

Neste breve intervalo de tempo, você PODE e DEVE fazer coisas de que gosta. Só porque gosta. E ponto. Né?

Como diria a sábia Valéria de Oliveira, uma das minhas professoras do teatro:

– Acho isso justo!

 

 

 

 

Anúncios

Já passaram pelo Diário

  • 165.739 visitantes

Digite seu email para acompanhar o Diário de Carina e receber notificações de novos posts via e-mail.

Junte-se a 418 outros seguidores

Carina por ela mesma

Brasileira. Catarinense. Filha da dona Rozalina e do seu Alírio. Natural de Praia Grande (SC), mas acolhida pela cidade de Itajaí (SC) há mais de doze anos. Jornalista. Esposa do Cleberson há cinco anos. Idealista por natureza. Estudante de teatro. Cantora de chuveiro. Ariana com ascendente em gêmeos. Gremista. Ex-coroinha. Estudou no Bulcão Viana e na Univali. Tem especialização em Comunicação Empresarial, mas o rádio é sua grande paixão.

Foi um desastre nas aulas práticas de educação física, mas tirou boas notas em redação durante o ginásio e o colegial. Desde o berço o seu lance é comunicação, dizem que aprendeu a tagarelar antes mesmo de dar os primeiros passos. Em 86 encantou fiéis com assovios durante as missas. Em 99 devorava três livros por semana e era fã de Sandy e Júnior. Também foi estudante de Letras.

Deixou a cidade natal aos 19. Morou sozinha e dividiu apê com as amigas. Já comeu muito macarrão instantâneo, mas hoje evita sódio e inclui três cores de salada no prato.

Não tem filhos. Os sobrinhos/afilhados Victor e Luísa e as labradoras, Hanna e Sophia, são os seus xodós.

Dirige com cautela sobre duas rodas. Gosta de maquiagem e literatura. Rói as unhas quando está ansiosa. Gosta de café preto, mas com pouco açúcar. Curte viajar, dançar, cozinhar e cuidar da saúde. Ouve Marisa Monte para ficar em paz e gosta de ir em shows de rock.

Adora contar histórias e receber comentários neste blog.

Essas são algumas impressões sobre si mesma. Sinta-se livre para ter as próprias. E volte sempre que quiser.

Eles passam por aqui

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: