Posts Tagged 'Reladionamento'

Carta para o Cleber

Muitas coisas mudaram nos últimos cinco anos. Basta assistir o vídeo ai embaixo para perceber:

Crianças se tornaram adolescentes. Novas crianças vieram ao mundo. Jovens viraram adultos. Outros entraram na faculdade, enquanto alguns se formaram.

Namorados se uniram. Outros casais deixaram de ser casais. Novos casais se formaram enquanto outros estão na busca de seu par. Até um cunhado entrou para a familia. Quem diria, hein?

Amigos se afastaram com o tempo e novos se aproximaram. Alguns deles viajaram, viraram atletas, perderam cabelo, mudaram de casa, de cidade, de profissão, ganharam e perderam peso, alguns deles até se tornaram pais.

Mas não foram apenas as pessoas ao nosso redor que mudaram. Nós também. Trocamos de emprego. Terminamos a especialização. Malhamos. Reformamos a casa. Fizemos teatro. Cultivamos um jardim. Viajamos. Realizamos sonhos. Fizemos uma horta. Criamos a Sophia. E a Hanna já começa a mostrar os primeiros sinais da idade.

Até dieta a gente fez junto. Quem diria que você deixaria o Nescau pelo café? Eu não digo nada, mas sempre acho graça quando reconheço em ti a minha influência ou quando me pego dizendo palavras do teu vocabulário. Já temos tanto um do outro.

LCK_1406

Passamos a enxergar a beleza do cabelo despenteado ao acordar, a rir de nossas limitações, a oferecer colo quando o outro desaba, a dar a mão quando o outro tropeça, a perdoar quando o outro se irrita, a pedir desculpas depois da briga. A perceber o que não é verbalizado. E também  diferenciar o que é dito de verdade, do que é apenas da boca para fora.

Aprendemos a lidar com algumas de nossas diferenças. No meio do caminho percebemos que este aprendizado nunca termina por que somos seres em constante transformação. E, como era previsto, às vezes brigamos e até nos magoamos. Mas também nos amamos muito e percebemos que com carinho e paciência tudo se ajeita.

Hoje comemoramos Bodas de Madeira. Há tanto a ser dito. Difícil economizar as palavras em dias como hoje. Só quero que saibas que minha vida é melhor com você nela. Que se voltasse no tempo faria de novo a mesma escolha. E que nestes anos meu amor por você só cresceu.

Obrigada por me tornar uma pessoa melhor, por me ensinar tantas coisas, por me aturar em dias ruins, por tomar meu café fraco, por fingir que sou legal e que a comida está sempre boa. Por não reparar no esmalte descascado. Em especial, obrigada por nunca me apressar quando estamos atrasados e não acerto o traço do delineador. Obrigada também por não reclamar das longas esperas nos provadores das lojas. Sei o quanto isso é raro. E difícil para os homens.

Obrigada por avisar quando o blush está exagerado e por segurar os grampos e o babyliss. Você nem sempre é muito bom com as palavras, mas sei quando teus olhos me dizem que estou linda. Obrigada por ser meu amigo. Obrigada por ser meu marido. Obrigada por ainda ser meu namorado. Obrigada por tudo.

 

Anúncios

Já passaram pelo Diário

  • 164,983 visitantes

Digite seu email para acompanhar o Diário de Carina e receber notificações de novos posts via e-mail.

Junte-se a 418 outros seguidores

Carina por ela mesma

Brasileira. Catarinense. Filha da dona Rozalina e do seu Alírio. Natural de Praia Grande (SC), mas acolhida pela cidade de Itajaí (SC) há mais de doze anos. Jornalista. Esposa do Cleberson há cinco anos. Idealista por natureza. Estudante de teatro. Cantora de chuveiro. Ariana com ascendente em gêmeos. Gremista. Ex-coroinha. Estudou no Bulcão Viana e na Univali. Tem especialização em Comunicação Empresarial, mas o rádio é sua grande paixão.

Foi um desastre nas aulas práticas de educação física, mas tirou boas notas em redação durante o ginásio e o colegial. Desde o berço o seu lance é comunicação, dizem que aprendeu a tagarelar antes mesmo de dar os primeiros passos. Em 86 encantou fiéis com assovios durante as missas. Em 99 devorava três livros por semana e era fã de Sandy e Júnior. Também foi estudante de Letras.

Deixou a cidade natal aos 19. Morou sozinha e dividiu apê com as amigas. Já comeu muito macarrão instantâneo, mas hoje evita sódio e inclui três cores de salada no prato.

Não tem filhos. Os sobrinhos/afilhados Victor e Luísa e as labradoras, Hanna e Sophia, são os seus xodós.

Dirige com cautela sobre duas rodas. Gosta de maquiagem e literatura. Rói as unhas quando está ansiosa. Gosta de café preto, mas com pouco açúcar. Curte viajar, dançar, cozinhar e cuidar da saúde. Ouve Marisa Monte para ficar em paz e gosta de ir em shows de rock.

Adora contar histórias e receber comentários neste blog.

Essas são algumas impressões sobre si mesma. Sinta-se livre para ter as próprias. E volte sempre que quiser.

Eles passam por aqui

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: